Notícias

Quando e como a indústria deve desenvolver produto e equipe para atender o Food Service

Durante estes meus 15 anos e 70 projetos, orientando indústrias e distribuidores a transitar e a realizar negócios no mercado de Food Service, identifiquei através do convívio com estes clientes alguns motivadores que os levaram para esse mercado:

- Afetivos e Emocionais, ligadas a paixão pela gastronomia;
- Expectativa de crescimento em um novo mercado;
- A vivência em um outro ambiente de negócio, algo melhor do que vive hoje;
- Decisões técnicas baseadas em estudos;
- Estratégia de posicionamento em setores de crescimento na economia;
-Sinergia com outros mercados que já atuem.

O Mercado de Alimentação Fora do Lar passou por algumas dificuldades nos últimos anos, nosso setor foi atingido pela crise econômica que vivemos, mas ainda assim seguimos crescendo a taxas de 1 digito ao ano.

Em 2019 com a expectativa do consumidor em alta, certamente entraremos em um ciclo econômico mais próspero, o que pode trazer mais faturamento para os restaurantes, e para os demais operadores.

É um momento perfeito para as empresas apontarem projetos comerciais para este mercado.

Recomendo que as indústrias se tornem fornecedores deste setor se atenderem alguns critérios como:

-Possuir uma linha de produtos que pode atender alguma necessidade identificada pelos operadores/transformadores: performance, sensorial, custos, etc.
-Produtos alinhados com alguma tendência da gastronomia profissional
-Entregar serviços juntamente com o produto que aprimorem ou sejam relevantes para o setor
-Quando o setor for por algum motivo estratégico para a companhia

Listarei abaixo algumas perguntas que podem ajudar uma empresa a decidir se já está preparada para abordar esse novo mercado:

1) Os volumes potenciais que este mercado tem estão alinhados com o tamanho do meu negócio?
2) Meu produto está adequado para atender o utilizador profissional? Embalagem? Custo? Desempenho?
3) Entendendo que o mercado de alimentação fora do lar tem dezenas de segmentações, qual delas devo buscar? Mais volume ou mais valor? Ou ambas?
4) Minha estrutura comercial é adequada e preparada para abordar este tipo de cliente?
5) Eu conheço a logística de abastecimento deste setor? Tenho estrutura para atender?
6) Meu produto ou ingrediente precisa de uma equipe de gastronomia ou nutrição para apoiar o utilizador no preparo ou fortalecer o sell out?
7) As margens deste mercado são suficientes para manter minha atuação e investimento no crescimento?

Um planejamento estratégico deve ser construído respondendo as questões acima e muitas outras, bem como a contratação de um profissional experiente em implantações no setor ou uma firma de consultoria é desejável para que os riscos sejam minimizados neste processo.